08 novembro 2011

Pequena e amável

Eu nunca te pedi muito, e nunca me atrevi em pedir nada. Tudo o que desejo é pouco, talvez você pense que é um mero capricho da minha parte, mas acredite, não é. Sempre me senti sozinha, tenho uma carência indescritível, às vezes eu quero um abraço, um abraço bem apertado que me demonstre toda a segurança que eu necessito sentir. Queria sua atenção, queria que você se importasse comigo da mesma forma que eu me importo com você. Com o passar do tempo eu tenho me mostrado mais emotiva, carente e tem sido difícil esconder o que eu sinto, nunca fui boa atriz quando o assunto se trata em esconder sentimentos. Aviso-te de ante mão que dificilmente amo alguém, mas quando eu amo é verdadeiramente, quem me conhece sabe como eu sou. Consigo ser fria ao extremo, mas também consigo ser tênue, emotiva e doce de uma forma inexplicável.
Reações:
Categories: ,

2 comentários: