05 setembro 2011

Salto ponta de agulha


Todas as noites ao deitar-me, meus pensamentos vagam a procura de lembranças passadas, minha alma sente sede do que um dia se viveu, do que um dia já lhe trouxe felicidade. Meu corpo sente falta dos teus carinhos, dos teus beijos, daquele afago no cabelo e daquela insubstituível sensação de paz.  Saber que tudo isso se perdeu ao longo do tempo dói, e essa dor samba no meu peito todas as noites, com aquele belo salto ponta de agulha e vai ferindo meu coração a toda instante.


Reações:

0 esvaziaram-se:

Postar um comentário